Escrito em por , na categoria Ação Contra a Mudança Global do Clima.

O município de Évora colocou em marcha um novo sistema de recolha seletiva de resíduos orgânicos destinados à compostagem e posterior aproveitamento na agricultura.

A coleta foi preparada para funcionar diariamente, em colaboração com um leque de grandes produtores, como hospitais, alguns dos grandes restaurantes, a universidade de Évora e cantinas escolares.

Os resíduos são recolhidos e encaminhados para uma central de tratamento, onde se processa a triagem e se se inicia o tratamento por compostagem. O produto final é um composto orgânico que será utilizado como fertilizante agrícola.

A história de Évora

Évora é uma cidade portuguesa localizada na região do Alentejo, sede do quinto município mais extenso de Portugal, com 1 307,08 km² de área e 56 596 habitantes.

O seu centro histórico bem preservado é um dos mais ricos em monumentos de Portugal, o que lhe rendeu o título de Cidade-Museu. Em 1986, o centro histórico da cidade foi declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO.

Évora e sua região circundante tem uma rica história nos seus mais de cinco milênios, como demonstrado por monumentos megalíticos próximos como a Anta do Zambujeiro e o Cromeleque dos Almendres.

Évora, suas iniciativas e seus resultados

Visando o andamento dos quatro eixos abordados no PAES (resíduos, setor de edifícios, transportes e iluminação pública), o município de Évora iniciou em 2012 diversas ações para alcançar o objetivo de redução de emissão de gases.

Évora foi a primeira cidade portuguesa a receber um projeto nacional dedicado a rede inteligente de energia. E em 2014 foi inaugurado um parque solar com tecnologia fotovoltaica em cima de um antigo aterro sanitário.

O programa Cidades Sustentáveis adotado pela cidade oferece aos gestores públicos uma agenda completa de sustentabilidade urbana, um conjunto de indicadores associados a esta agenda e um banco de práticas com casos exemplares nacionais e internacionais como referências para os municípios.

Conteúdo adaptado tribunaalentejo.pt. Para informações, dúvidas ou sugestões, entre em contato conosco.