Escrito em por , na categoria Consumo e Produção Sustentáveis.

Há diversas razões que servem de incentivo a uma empresa a adotar métodos de gestão integrada. Do ponto de vista interno: reduzir custos, a contínua qualidade, a imagem do produto e empresa positiva ou a necessidade de inovação. No ponto de vista externo: os stakeholders como um todo, mercado, fornecedores, consumidores ou legisladores. Desta forma, se adaptar as exigências do mercado, e do mundo, é uma necessidade para todas as organizações.

Passivo ambiental

O termo passivo, na figura contábil, vem a ser as obrigações das empresas com terceiros, sendo que tais obrigações, mesmo sem uma cobrança formal ou legal, devem ser reconhecidas.

O passivo ambiental representa as responsabilidades que a empresa, como um grande gerador de impacto, tem com o meio ambiente, representando assim, a sua obrigação socioambiental de agir na busca da redução dos aspectos ambientais por ela apresentados.

Nessa proposta, no balanço de uma empresa, são incluídos duas estruturas de análise: o passivo ambiental, ou seja, os danos gerados no presente, e também o que virão a ser gerados no futuro; E o ativo ambiental, que incluí as aplicações de recursos que objetivam a recuperação do ambiente, bem como investimentos em tecnologia de processos de contenção ou eliminação de poluição.

A identificação do passivo ambiental vem sendo muito utilizada em avaliações e atividades financeiras, pois a responsabilidade e a obrigação da restauração ambiental podem recair sobre os novos proprietários.

Funciona como um elemento de decisão no sentido de identificar, avaliar e quantificar posições, custos e gastos ambientais potenciais que precisam ser atendidos a curto, médio e a longo prazo.

gestão integrada - passivos ambientais

Passivos ambientais constituem impactos ambientais causados pela falta de análise de riscos e gestão integrada ambiental dentro da organização. Foto: divulgação.

Risco ambiental

Riscos ambientais são aqueles que presentes nos ambientes de trabalho, são capazes de causar danos à saúde do trabalhador e ao meio.

Segundo a normativa NBR ISO 14001:2015, impacto ambiental define-se por qualquer modificação do meio ambiente, adversa ou benéfica, que resulte, no todo ou em parte, dos aspectos ambientais da organização.

Aspectos ambientais são definidos por elementos das atividades, produtos ou serviços de uma organização que podem interagir com o meio ambiente, causando ou podendo causar impactos ambientais, positivos ou negativos. Consumo de recursos naturais, emissões de gases ou resíduos gerados podem ser exemplos de aspectos ambientais.

Impacto Ambiental é então definido como sendo qualquer alteração das propriedades físicas, químicas e biológicas do meio ambiente, causada por qualquer forma de matéria ou energia resultante das atividades humanas que, direta ou indiretamente, afetam o meio ambiente. Ou seja, é o efeito causado por nossos aspectos ambientais.

Responsabilidade Sócio Ambiental

Promover um comportamento empresarial que possa integrar elementos sociais e ambientais que não necessariamente estão contidos na legislação mas que atendem às expectativas da sociedade em relação à empresa.”

A responsabilidade socioambiental empresarial é definida com base para qualquer análise. Seu surgimento, e consequente aplicação, trouxe para a sociedade a mudança de comportamento do empresariado em relação às questões ambientais e de como ela pode afetar os negócios a curto, médio e longo prazo.

A gestão integrada é uma das ferramentas mais eficazes e atuantes na organização. E resulta na evolução, em uma mudança profunda no modo de ver e fazer produtos e serviços, e uma transição benéfica para uma empresa ambientalmente responsável.

A gestão integrada como ferramenta de redução de impactos e adaptação

A gestão integrada ambiental é um conjunto de ações multilaterais que se orienta para evitar impactos ou reduzi-los.

Dentro da gestão integrada existe um sistema de gestão, que é um conjunto de responsabilidades organizacionais, procedimentos, processos e meios que se adotam para a implantação de uma política ambiental em uma determinada empresa ou unidade produtiva. E, atualmente, constitui-se como o principal instrumento para se obter um desenvolvimento industrial sustentável, e vem ocupando posição de destaque em termos de competitividade nas empresas, devido aos benefícios que traz ao processo produtivo como um todo.

As vantagens da aplicação da gestão integrada na organização

O cumprimento das exigências normativas, padrões de qualidade e gestão internacionais, melhora o desempenho ambiental, aumenta a inserção no mercado, resultando numa melhoria na imagem junto a clientes e comunidade.

Assim, processos de fabricação são otimizados, reduzindo insumos como matéria prima, aumentando o ciclo de vida do produto, seja reciclando os resíduos gerados, seja reutilizando em outro processo. Em geral, a gestão integrada possibilita a alocação correta dos recursos em cada processo.

 

E você gestor que tem por objetivo a implantação de um sistema de gestão integrado, nos contate, agende uma reunião.