Escrito em por , na categoria Consumo e Produção Sustentáveis.

A gestão integrada de resíduos sólidos deve ter por objetivo a busca por reduzir ao máximo os seus impactos.

Os três eixos da Gestão Integrada de Resíduos Sólidos

  • Identificar e classificar os resíduos gerados, conforme normas e legislação vigentes, através de mapeamento em cada etapa do processo produtivo.
  • Acondicionar, armazenar e transportar o resíduo, conforme normas e legislação vigentes, de forma a reduzir riscos ambientais e ocupacionais relacionados.
  • Orientar e sensibilizar os envolvidos em cada etapa do processo, promovendo reciclagem, tratamento e, se necessário, dispondo os rejeitos em conformidade com a legislação, a fim de proporcionar mudança comportamental em relação á gestão de resíduos.

O meio ambiente, os recursos e as organizações

Em toda cadeia de seus processos produtivos, é necessário a utilização de recursos naturais, também chamados de insumos. Não há, pelo menos no panorama atual, a não geração de resíduos, ou impactos nulos no meio. Assim, qualquer empresa gera resíduos, e por consequência, impactos negativos ao meio ambiente.

A contaminação é chamada impacto negativo, e constitui custos às empresas. A solução? Investimento em melhoria no processo produtivo para evitar produção de resíduos. O que se reflete na gestão de seus riscos, ambientais e sociais.

Alguns fatores são principais impulsionadores de tomada de decisão para as empresas, o estado, a comunidade local, seus fornecedores, e o próprio mercado.

As respostas das organizações

Existem duas formas para redução da geração de resíduos, a primeira é a instalação de tecnologias ao final do processo, a segunda, e a mais eficiente, é realização de atividades de prevenção de geração de resíduos ao longo de todo o processo. E os benefícios obtidos com a redução de resíduos gerados são inúmeros.

  • Menores gastos com matéria prima, energia e disposição de resíduos, com menor dependência de instalações de tratamento e destinação final de resíduos;
  • Eliminação de custos futuros decorrentes de processos de despoluição de resíduos enterrados ou de contaminação causada por eles;
  • Menores complicações legais (que representam ganhos obtidos pelo não pagamento de multas ambientais;
  • Menores custos operacionais e de manutenção;
  • Menores riscos atuais e futuros, a funcionários, público e meio ambiente.

E você gestor que tem por objetivo a implantação da gestão de resíduos, nos contate, agende uma reunião.

Referências: www.mma.gov.br