Escrito em por , na categoria Consumo e Produção Sustentáveis.

Cada vez mais a preocupação com a sustentabilidade do planeta está presente; com ela, incentiva-se a criação de formas de preservação dos recursos naturais e de reuso de materiais, como a reciclagem. Dentro deste universo de soluções podemos citar também a metareciclagem como uma das mais efetivas e que vem garantindo transformações que vão muito além do cuidado com o meio ambiente.

Metareciclagem: Lixo eletrônico

A metareciclagem é, na verdade, uma rede organizada que tem como principal objetivo a desconstrução da tecnologia para que ela possa ser reaproveitada e utilizada novamente, com outras funções, em prol das comunidades e da transformação social.

Ela foi criada por um grupo de pessoas que formam o Metá:Fora e que se juntaram com a ONG Agente Cidadão para fazer tudo acontecer. A equipe trabalha reunindo computadores e outros equipamentos eletrônicos que foram descartados. Depois de uma revisão, o grupo passa a utilizar suas peças e tudo o que funcionar para montar novos laboratórios de informática.

Como a metareciclagem funciona e qual sua importância nos dias de hoje

Estes laboratórios, criados a partir do que iria para o lixo, recebem softwares de licença livre e são abertos à comunidade, ensinando não somente a usar a internet e a familiaridade com estes equipamentos, mas também uma nova forma de ver o lixo e o reaproveitamento de materiais.

O mais interessante deste acontecimento todo que recebe o nome de metarreciclagem é que se trata de um movimento que acontece de baixo para cima e que está sempre aberto para receber novas pessoas interessadas no projeto, inclusive empresas, pessoas físicas e organizações não governamentais.

Por este motivo a metareciclagem, mesmo trabalhando com algo tão importante como o reuso de lixo eletrônico, não possui sedes fixas ou endereços formais. Os laboratórios são desenvolvidos de tal forma a se integrarem totalmente aos lugares onde são planejados e passam a fazer parte constante da vida daquelas pessoas.

A rede de metareciclagem de lixo eletrônico é, portanto, uma iniciativa totalmente brasileira e que atende totalmente as necessidades da população que necessita e busca pela inclusão digital e também social que esta experiência é capaz de proporcionar.

Mais consciência com a gestão do lixo eletrônico

Além de toda a diferença que atitudes como a da rede metalinguagem fazem na vida pessoal de todos que vivem nestes lugares, este tipo de projeto também traz à tona questões sérias relacionadas com o descarte e gestão do lixo eletrônico.

Nas grandes cidades, tanto na casa das pessoas quanto nas empresas, o uso da tecnologia e seus equipamentos é algo largamente difundido. Mas quando se tornam obsoletos, os aparelhos são apenas jogados fora, muitas vezes ainda em condições de uso, em locais inapropriados que acabam desperdiçando o seu reaproveitamento e gerando ainda mais poluição.

Por isso, é importante que a sociedade como um todo se conscientize cada vez mais a respeito da gestão do lixo eletrônico, investindo ou somente fazendo parte de redes como a da metareciclagem. Afinal, na grande maioria das vezes, o que é considerado um lixo total para uns pode ser o que faltava para transformar a vida de outros em algo melhor.

Conteúdo original disponível no site dinâmica ambiental. Fizemos uma série de posts sobre resíduos, acesse aqui, o primeiro da série: gestão integrada de resíduos sólidos.