Escrito em por , na categoria Ação Contra a Mudança Global do Clima, Indústria, Inovação e Infraestrutura.

Nas últimas décadas, os parques industriais deram importantes contribuições para a reestruturação e o desenvolvimento da economia global, gerando empregos e aumentando a renda. Uma conferência em Lima, no Peru, discutirá em junho maneiras de esses parques também contribuírem para uma urbanização sustentável e resiliente ao clima, impulsionando o crescimento verde da América Latina. (desenvolvimento industrial)

Os parques industriais oferecem a oportunidade de abordar as três dimensões do desenvolvimento sustentável: equidade social, crescimento econômico e proteção ambiental, em consonância com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), particularmente o ODS número 9, que prevê a construção de infraestrutura resiliente, promovendo a industrialização sustentável e a inovação.

Nas últimas três décadas, a Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO) tem contribuído ativamente para melhorias sustentadas de produtividade em indústrias e parques industriais, implementando projetos-piloto e fornecendo serviços estratégicos de assessoria política.

Os parques industriais viáveis ​​no Peru não só impactam positivamente a capacidade produtiva do país, mas também têm o potencial de contribuir fortemente para o desenvolvimento socioeconômico geral nacional e, no futuro, para o desenvolvimento socioeconômico da região da América Latina como um todo.

Neste contexto, a UNIDO, o Ministério da Produção do Peru (PRODUCE) e a Associação Nacional das Indústrias (SNI) do Peru promovem conjuntamente uma conferência internacional sobre “Parques Industriais para o Desenvolvimento Industrial Inclusivo e Sustentável”, que ocorrerá de 11 a 12 de junho em Lima.

A conferência está sendo organizada no âmbito do Programa para Parceria com o País (PCP), que foi implementado pelo PRODUCE e pela UNIDO no começo de 2018 com o objetivo de acelerar o desenvolvimento industrial inclusivo e sustentável e construir uma parceria entre atores liderada pelo ministério.

O evento terá a presença do diretor-geral da UNIDO, Li Yong, além de representantes de países de Ásia, África e América Latina, da academia e dos setores público e privado.

“É nossa convicção que uma implementação bem-sucedida da política industrial tem o potencial de aumentar a competitividade de novos setores industriais na economia, ao mesmo tempo em que possibilita a reestruturação de setores e empresas existentes”, afirmou Li.

“Os parques industriais podem ajudar os países a enfrentar o desafio do desenvolvimento inclusivo e sustentável através de uma colaboração aprimorada”, disse ele.

A conferência será uma oportunidade para apresentar uma ampla gama de experiências internacionais sobre diferentes aspectos dos parques industriais, com o objetivo de facilitar o intercâmbio de conhecimento e discutir o futuro da indústria na América Latina.

“A implantação de parques industriais em Lima e nas principais cidades do país pode ser uma ferramenta interessante para o crescimento sustentável da indústria peruana e para a diversificação de sua produção”, afirmou Ricardo Marquéz, presidente da Sociedade Nacional das Indústrias (SNI) do Peru.

Conteúdo originalmente publicado em nacoesunidas.org. Para dúvidas e informações sobre o assunto. Ou, para entrar em contato conosco para parcerias e meios de implementação, clique aqui.